Ex-câmera do Domingão do Faustão morre após complicações da Covid-19

Léo Dias

(Foto: Reprodução/Instagram)

Ivalino Raimundo da Silva, mais conhecido como Gaúcho, morreu em 28 de dezembro de 2020, após complicações da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A confirmação, no entanto, foi dada apenas nesta segunda-feira (4/1) pela esposa dele, Ruth Gomes Pereira. O operador de câmera de 81 anos integrou a equipe do Domingão do Faustão entre 1989 a 1996. As informações são do site da Quem.

Segundo a viúva do ex-câmera de Fausto Silva, Gaúcho sofria da doença de Parkinson desde que saiu da TV Globo, em 1996. Ele foi internado após apresentar problemas pulmonares na véspera de Natal, no Hospital Geral do Ingá, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

No dia 28, o cinegrafista teve duas paradas cardíacas e não resistiu. “Ele já foi internado direto no CTI de Covid. Ele morreu sem a gente poder vê-lo, morreu sozinho. Não chegou a ser intubado, só fez ventilação não-invasiva, mas não resistiu a duas paradas cardíacas. Nós estávamos juntos há 31 anos. Ele era viúvo e os quatro filhos dele me adotaram como mãe”, comentou à Quem a viúva.

Além da mulher, ele deixa 4 filhos, 4 netos e 1 bisneto. Uma missa foi realizada hoje no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, de quem Gaúcho era devoto.