Prestes a lançar música gospel, Andressa Urach critica cantoras brasileiras: “incentivam a prostituição e pornografia”

Bocão News

(Foto: Reprodução/Instagram)

Andressa Urach voltou a ser assunto nos noticiários de famosos nesta semana após uma entrevista à revista Quem. Prestes a lançar uma música intitulada ‘Noite Virou Dia’, a ex-modelo que se tornou evangélica em 2015, criticou as cantoras brasileiras e justificou o que a levou entrar no cenário musical.

“Não sou cantora, mas ao ver esse crime que está acontecendo com a música brasileira. Quero fazer uma música que tenha conteúdo e qualidade na letra e assim poder ajudar a educar essa geração dos dias de hoje. Eu sobrevivi em 2014, mudei, me arrependi de todas as escolhas erradas do meu passado, mas infelizmente não posso mudar ele, mas posso ajudar outras mulheres com meus erros”.

Segundo ela, a forma como cantoras se apresentam atualmente, inclusive as letras das músicas, incentivam crianças e jovens à prostituição. “As que se dizem cantoras, incentivam cada vez mais a prostituição e pornografia nas redes sociais e músicas. É deprimente ao ver elas explicitamente induzirem crianças e jovens a se prostituírem, com suas letras e danças pornográficas”, concluiu.