Angélica sobre síndrome do pânico: “Não conseguia andar e nem falar”

Istoé

(Fotos: Reprodução/Instagram)

A apresentadora Angélica, de 46 anos, deu uma entrevista à revista Ela, do jornal O Globo, e falou sobre a estreia do seu novo programa “Simples Assim, família e sobre síndrome do pânico.
“Quando aconteceu o acidente aéreo, não tive nada”, contou. “Depois de um ano, quando estava andando na rua, em Nova York, travei de pânico. Liguei para o meu médico, ele receitou um remédio. Para entrar no avião, tive que tomar. E foi horrível. Não conseguia andar, não conseguia falar. Quando cheguei, falei: ‘Vou procurar uma alternativa’. Comecei a meditar. E o pânico foi embora”, disse.

No bate-papo, Angélica também comentou da possibilidade de se tornar primeira-dama, caso seu marido, o também apresentador Luciano Huck, se candidate à presidência do Brasil em 2022: ” Imagina poder maior do que estar na televisão desde os 4 anos? O que eu quero é fazer pelo outro ao meu redor.”

Quando o assunto é seu programa, o “Simples assim”, que estreia dia 10 de outubro na TV Globo, a loira falou da felicidade de estar de volta à TV: “Depois de tanto tempo na televisão, me deu um desejo de não só divertir, mas levar a refletir, dar a mão e falar ‘tamo junto, todo mundo passa por isso”, concluiu.