Morte de Passim: Leonardo tomou decisão antes do corpo baleado ser encontrado e será ouvido pela polícia

tv prime

(Foto:Reprodução/Instagram)

A morte de Nilton Rodrigues da Silva, o Passim, continua sendo objeto de investigação por parte das autoridades de polícia judiciária do estado de Goiás. Ele era assessor do cantor sertanejo Leonardo e foi encontrado sem vida dentro de uma das suítes da Fazenda Talismã, de propriedade do artista. Perícias iniciais verificaram disparos com armas de fogo que atingiram as regiões da mão e da perna.

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil, Leonardo foi um dos primeiros a sentir falta do amigo. Após ser chamado por diversas vezes, Passim não respondeu, despertando preocupação ainda maior no cantor sertanejo. Como a porta da suíte estava trancada, ordenou aos seus outros funcionários que arrombassem a entrada, quando foi constatado o corpo sobre o chão.

“[Leonardo] estava com outros funcionários da fazenda e, como o Passim não saía do quarto após ser chamado, o Leonardo, segundo uma funcionária, mandou arrombar a porta”, afirmou o delegado Kléber Toledo, um dos responsáveis pelo acompanhamento das investigações.

As suspeitas são de que os disparos em Passim tenham acontecido por volta das 2h da madrugada. O corpo, porém, só foi encontrado às 12h30. Inicialmente, foram levantadas suspeitas de suicídio, mas os exames preliminares de perícia descartaram a possibilidade.