Cachê do cantor Belo teria despencado a este valor após sua prisão no início de 2021

tv prime

(Foto:Reprodução/Instagram)

O começo do ano de 2021 não foi nada agradável para o cantor Belo. Sua prisão, em fevereiro, pode ter um alto preço para a carreira do pagodeiro, que foi preso após a realização de um show clandestino durante o carnaval, no Complexo da Maré.

Não bastasse ter virado o assunto do momento em todo o território brasileiro, Belo viu o valor de seu cachê despencar, segundo informações divulgadas pelo veículo de notícias Extra.

De acordo com o divulgado pelo jornal, no início do ano, o valor cobrado pelo escritório do artista era de R$ 150 mil por cada apresentação, valor que teria caído para R$ 100 mil após a prisão do cantor. O novo valor ainda inclui as despesas com a produção, que são bancadas pela equipe do próprio Belo.

O cantor teria realizado a apresentação mesmo com as proibições vigentes por conta da pandemia do novo coronavírus. O evento ocorreu no fim de semana anterior à prisão do pagodeiro, que foi liberado no dia seguinte.

Associação ao tráfico
Esta não foi a primeira vez em que Belo foi preso. Em junho de 2002, o cantor foi detido sob acusação de associação ao tráfico. A prisão ocorreu após o cantor passar cinco dias foragido, quando se apresentou à Justiça e teve sua prisão decretada.

Na ocasião, foram descobertas pela polícia, através de grampos telefônicos, conversas entre Belo e Valdir Ferreira, conhecido com Vado. O homem era apontado pela Justiça como gerente do tráfico de drogas na favela do Jacarezinho.