Zezé Di Camargo relembra composição de ‘É o Amor’: ‘Quase como uma psicografia’

Istoé

(Foto:Reprodução/Instagram)

Neste sábado (17), vai ao ar a participação de Zezé di Camargo no programa Se Joga, da TV Globo. Em sua entrevista, o cantor vai falar da canção “É o amor”, que completa 30 anos do lançamento na voz da dupla Zezé Di Camargo & Luciano.

Em um papo com a apresentadora Fernanda Gentil, o sertanejo falou sobre o momento em que escreveu a música. “Lembro de quando escrevi, de quando gravamos e da primeira vez que cantamos a música em um show. É impressionante como esses detalhes ficam na memória”, contou.

“A primeira parte da música veio quase que pronta, a melodia e a letra, aí emperrei. De madrugada, consegui fazer toda, gravei em uma fitinha cassete, porque no outro dia íamos mostrar o repertório na gravadora. Foi a última música a entrar no nosso CD. Coisa de Deus, a primeira parte veio quase como uma psicografia”, acrescentou.
Na conversa com a global, Zezé ainda vai falar sobre a saudade de seu pai, Seu Francisco, que faleceu no fim de 2020. “O coração dói, sofri muito com a perda do meu pai, e sofro até hoje. A saudade é imensa. Tento manter viva a imagem dele em todos os momentos da minha vida”, disse.