Geraldo Luís lamenta morte de Levy Fidelix: “Fui seu vizinho na UTI”

Metrópoles

foto/google

O apresentador Geraldo Luís usou suas redes sociais para lamentar a morte do político Levy Fidelix, que morreu na sexta-feira (23/4), vítima da Covid-19.

Em um longo texto, o apresentador revelou que foi vizinho de quarto de Levy, quando eles estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo Geraldo, que também foi internado por conta do coronavírus, ele perguntava todo dia sobre o político e torcia muito para que ele se recuperasse.

PUBLICIDADE

“Ele não sabia…mas fui seu vizinho de quarto na UTI durante meus dias de luta. Ele ainda não estava nem entubado, não tinha forças para ir até seu quarto mas já como para todos, fiquei em oração principalmente nas madrugadas. Na minha “ lista “ coloco todos que como eu estava ou está na luta contra esse vírus que veio para doutrinar almas”, escreveu.
Geraldo também comentou que tomou um susto quando soube que Fidelix havia sido entubado: “Logo depois Levy Fidelix piorou, foi entubado e não mais voltou. Perguntava dele todo dia as minhas médicas que cuidaram dele também. Mas essa doença avança de formas diferentes em cada um.”

E, finalizou: “Ontem a notícia que ele morreu. Deus conforte sua família, a de todos que nesses dias vivem seu luto por um querido que se foi. Queria que ele tivesse saído como eu. Outros ainda lá estão em luta pra voltar a vida, com ou sem sequelas. Só ouvia seu monitor ligado como o meu, era nossa igual comunicação naquela UTI. Falei muito com Deus, continuarei falando. O homem do aéreo trem segue agora sua viagem do outro lado da vida. Lutou bravamente…”

Fidelix era presidente nacional do PRTB. Ele estava internado por conta da Covid-19 desde o mês passado em um hospital particular. O anúncio foi feito em uma rede social do político, mas a causa da morte não foi informada.