Luciana Gimenez tem dificuldades para liberação de herança do pai

Ig

foto/divugação

liberação dos valores em aplicações deixados pelo seu pai, João Abu Morad, que morreu em dezembro do ano passado, vítima de causas naturais. Aos 85 anos, o patriarca também deixou bens materiais. Há menos de cinco meses da morte do pai, Gimenez recorre à justiça para que se oficie o Itaú, no sentido de liberar R$ 900 mil. No último dia 13, os advogados da apresentadora reclamaram que a instituição financeira ainda não havia colaborado com a Justiça.
O pai de Gimenez declarou em seu último imposto de renda o valor de R$ 480 mil em aplicações e, desde fevereiro, Luciana e seus advogados querem saber onde estão as quantias, já que o banco se recusa a fornecer tais informações sem ordem judicial. O banco Bradesco, por sua vez, já atendeu uma determinação judicial e disponibilizou pouco mais de R$ 400 mil.