Trans que representou Jesus na parada LGBT perde ação contra Sikêra e terá que pagar valor alto

tv prime

foto/tv prime

A transexual Viviany Beleboni ficou conhecida por causar a revolta de evangélicos e católicos ao representar Jesus Cristo durante a Parada do Orgulho LGBT em 2015. Em abril do ano passado, o apresentador Sikêra Jr. exibiu um vídeo de cerca de oito minutos no Alerta Nacional em que cita pessoas que estariam “destruindo a família brasileira”.

Viviany não gostou de aparecer entre os citados e entrou na Justiça contra a RedeTV!. Ele move três ações contra a emissora paulista. De acordo com a defesa de Viviany Beleboni, ela teria ficado abalada moralmente após a exibição de sua imagem no programa de Sikêra Jr, que é gravado nos estúdios da TV A Crítica, em Manaus, e exibido para todo o Brasil pela RedeTV!.

Uma das ações que ela moveu contra Sikêra foi julgada em segunda instância e Viviany acabou derrotada. Na condenação, ela terá que pagar 15% de multa em cima do valor da causa, que é de R$ 104.500,00. Neste cenário, o valor a ser pago por Viviany é de R$ 15,6 mil.
De acordo com o site Notícias da TV, a advogada de Viviany afirmou que o caso ainda não transitou em julgado e ela pode reverter a decisão na última instância. O trânsito em julgado indica que todos os recursos foram esgotados e não mais como recorrer.
No vídeo de oito minutos, Viviany aparece por 15 segundos. Ao exibir o vídeo no Alerta Nacional, Sikêra pediu respeito aos católicos, aos evangélicos e pediu que respeitassem Jesus Cristo. O jornalista também afirmou que o respeito ao próximo havia acabado.