Testemunhas disseram que MC Kevin havia consumido drogas e bebida alcoólica no dia de sua morte.

tv prime

foto/tv prime

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a morte do cantor Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin. No domingo (16), Kevin caiu do quinto andar do hotel onde estava hospedado. Após cair de uma altura de cerca de 15 metros, ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no Hospital Miguel Couto.
Testemunhas ouvidas pelos investigadores da 16ª DP da Barra da Tijuca disseram que MC Kevin havia consumido drogas e bebida alcoólica no dia de sua morte. Entre as drogas usadas por ele, estava a “3,4-metilenodioximetanfetamina” (MDMA), cuja sigla reduzida é apenas MD.
A droga é considerada uma versão “melhorada” do êxtase e tem sido consumida por jovens e adultos de classe média de grandes cidades. Em São Paulo, no primeiro semestre de 2019, a apreensão de MD cresceu 360% em comparação com o primeiro semestre de 2018.
O MD deixa o organismo do usuário hipersensível e aumenta o sentimento de prazer. O desfecho, porém, pode ser trágico. Segundo reportagens de Veja e Glamour, a droga pode causar parada cardíaca, hipotermia, falência hepática, o que leva a morte, ou convulsões e desidratações.
De acordo com o psiquiatra Mário Louzá, em entrevista à Glamour, o consumo da MD com outras drogas eleva ainda mais o risco de morte. De acordo com as investigações, MC Kevin teria fumado maconha, consumido bebida alcoólica, além da MD. Todo cuidado é pouco.
Morte de MC Kevin
Kevin sofreu diversas fraturas na queda de uma altura de 15 metros. Ele teria tentado pular do quinto para o quarto andar do hotel porque ficou com medo que a esposa, Deolane Bezerra, chegasse e flagrasse ele com a garota de programa Bianca Domingues.