Pai de Neymar se revolta após filho ser acusado de assédio: ‘vamos para cima’

tv prime

foto/divugação

Craque da seleção brasileira e um dos principais jogadores de futebol do mundo, Neymar está no centro de uma grande polêmica. De acordo com um jornal dos Estados Unidos, a Nike rescindiu o contrato do jogador, no ano passado, após descobrir suposto caso de assédio contra funcionária da empresa ocorrido em 2016.
Neymar da Silva Santos ficou revoltado contra as acusações que estão sendo feitas ao filho. “É muito estranho tudo isso agora”, disse seu Neymar ao jornal Folha de S. Paulo, afirmando categoricamente que o filho não conhece a moça que tem feito as acusações.
Por falar em acusações, Neymar Pai parte para cima da Nike com todas as forças. “Se a Nike quer chantagem, armação, vamos para cima da Nike então”, disse ele. O pai do craque também afirmou que todos que saem da Nike começam a receber esse tipo de acusação.
Segundo ele, o mesmo aconteceu com Cristiano Ronaldo, craque da seleção portuguesa e da Juventus, e com Kobe Bryant, astro aposentado do basquete que morreu em acidente de helicóptero em janeiro do ano passado.
A matéria do Wall Street Journal, dos Estados Unidos, diz que foi da Nike a atitude de romper o contrato com o jogador, em 2020, quatro anos depois da suposta tentativa de agressão sexual contra uma funcionária da empresa.
Neymar está junto com a seleção brasileira para a disputa dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo, marcados para o começo de junho e não se manifestou. O pai do jogador não questionou o jornal, apenas a empresa Nike. O caso deve continuar repercutindo nos próximos dias.