Famosos lamentam a morte do sambista Nelson Sargento

gente

google

Vários famosos usaram as redes sociais, nesta quinta-feira, para lamentar a morte do baluarte da Mangueira Nelson Sargento. O veterano morreu aos 96 anos vítima de complicações da covid-19. Ele estava internado no Inca desde o dia 20 de maio com quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Após passar por exames, foi constatado que o cantor estava infectado pela covid-19.

A jornalista Mariana Gross disse que Sargento era “um poeta”. A deputada federal Talíria Petrone lamentou a perda de mais um artista pela doença. “O mundo do samba acaba de perder uma lenda viva”, disse.recebeu homenagens em formato de uma cantata virtual por diversos nomes que admiram o sambista.

Mar’tnália, Alcione, Paulinho da Viola, Preta Gil, Tia Surica, Monarco, Regina Casé e Moacyr Luz, entre outros, reuniram vozes em coral para celebrar o músico. No ano passado, Nelson também foi homenageado em Niterói com programação especial virtual do Teatro Municipal João Caetano.

Boninho: “O Samba perde uma lenda! Salve, Nelson Sargento. Meus sentimentos a família e a Estação Primeira de Mangueira”