Mulher acusa ex-guitarrista do Capital Inicial de xingá-la e agredi-la com socos

Istoé

foto/google

A ex-assessora parlamentar Marília Avelino, de 51 anos, acusa o ex-guitarrista da banda Capital Inicial Antônio Marcos Lopes de Souza, conhecido como Loro Jones, de 59, de agredi-la com socos e de xingá-la de “vagabunda”, “piranha” e “safada”, na madrugada de quinta-feira (27). As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha.

A Justiça do Distrito Federal proibiu Loro Jones de se aproximar da companheira e concedeu uma medida protetiva após ela registrar um boletim de ocorrência relatando o que teria ocorrido. À coluna, o músico negou ter feito qualquer agressão à mulher, com quem mantém uma união estável há 14 anos.

“Ela é maluca, inventa que eu quero matar, que eu bati. Isso é papo furado. Não quero o mal dela, mas não quero pagar mico”, disso o guitarrista. “Acabou que fui preso por causa dela. Eu não vou bater em mulher”. Loro Jones foi detido por horas na 12ª DP de Taguatinga, onde o boletim de ocorrência foi registrado. Os dois vivem em Vicente Pires, no Distrito Federal.Ainda de acordo com a Folha, Marília diz ter sido agredida outras vezes, nas quais não registrou queixa, e que seu relacionamento com o músico é abusivo.