Daniel comove fãs ao desabafar sobre morte de pessoa querida por Covid-19: ‘Descanse em paz’

tv prime

foto/intragram

Figura de renome na música nacional, o cantor Daniel utilizou suas redes sociais na última terça-feira (1º) para lamentar a morte de um amigo que foi vítima da Covid-19. Popular e querido no mundo sertanejo, o Maestro Marinho, conhecido como Marinho do Acordeon, de 65 anos, perdeu a batalha para o vírus, e teve morte confirmada na segunda (31).
Durante sua carreira na música, o músico trabalhou com exponenciais do sertanejo como Zezé di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó e Leonardo, entre outras duplas. Marinho ainda chegou a figurar como integrante no Trio Parada Dura, atuando como acordeonista por mais de dois anos.
Em entrevista à revista “Quem”, o filho do artista, Jhonatas Barbosa, de 28 anos, relatou que o pai estava internado desde o dia 25 de abril, lutando contra complicações da Covid-19. A esposa do músico, Josefa Barbosa Lima, de 68 anos, também esteve internada, mas conseguiu se recuperar da doença, e foi informada das condições graves do esposo após receber alta.
Após tomar conhecimento da morte do amigo, o cantor Daniel fez uma publicação em seu Instagram, resgatando uma foto ao lado do Maestro Marinho, lamentando o ocorrido.
“Mais uma grande perda. Meu grande amigo @marinho16 !! Grande músico !! Grande cara !! Faz parte da minha história musical. Meus sentimentos para toda família. Descanse em paz meu amigo”, desabafou o sertanejo, sendo confortado pelos fãs.
Além de Daniel, diversos nomes de destaque da música nacional lamentaram o falecimento de Marinho do Acordeon, como César Menotti, da dupla com Fabiano, Edson Xavier, o Ligeirinho, e a dupla Durval & Davi.