Filho do goleiro Bruno com Eliza Samudio se revolta e quer encontrar o pai: ‘Socou o colchão com força’

tv prime

foto/google

Passados 11 anos do crime que chocou o país, a mãe da modelo Eliza Samúdio, Sônia Moraes voltou a conceder entrevista a um veículo de imprensa. Em contato com o jornal ‘Extra’, ela revelou que o neto, Bruninho, filho do ex-arqueiro do Fla com a vítima, pela primeira vez manifestou interesse real de conhecer o pai.Segundo Sônia, o menino de 11 anos se revoltou recentemente ao lembrar da morte da mãe, e mostrou culpa pelo ocorrido.

“Dia desses, ele me questionou sobre a morte da mãe porque se sente culpado pelo crime. Nunca tinha visto ele se revoltar ou ficar tão abalado. Vi meu neto socar o colchão dele com força…”, afirmou a avó do garoto, contando ainda que confortou o neto, garantindo que ele não tem culpa alguma da morte da mãe. Ainda segundo Sônia, Bruninho disse que quer conhecer o pai, mas só quando estiver na mesma altura dele para poder olhá-lo nos olhos. A exemplo de outras entrevistas, Sônia Moraes voltou a classificar a morte de Eliza Samudio como uma queima de arquivo, uma vez que filha “sabia demais” sobre Bruno.Bruno foi julgado e condenado pelo crime de ordenar o assassinato da modelo. O corpo de Eliza nunca foi encontrado. Após cumprir oito anos de pena em regime fechado, o ex-goleiro do Flamengo recebeu o direito de cumprir a pena no regime semi-aberto, fazendo uso de uma tornozeleira.

No ano passado, Bruno voltou ao futebol. Após diversas portas se fecharem, o jogador foi contratado pelo Rio Branco, do Acre, participando da reta decisiva do estadual e da disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. No mês passado, o arqueiro chegou a anunciar aposentadoria dos gramados, mas voltou atrás da decisão, sendo anunciado pelo Atlético Carioca, que disputa a terceira divisão carioca.