Prefeitura de Fortaleza abre inquérito contra mulher de Wesley Safadão

tv prime

foto/google

Nesta quinta-feira (08), a mulher de Wesley Safadão sofreu um inquérito administrativo após ser divulgado que a influenciadora Thyane Dantas tomou a vacina contra a Covid-19. O que causou a polêmica foi que ela não estava no agendamento para tomar o imunizante pelo estado de Fortaleza.
Mulher de Wesley Safadão é investigada
A influenciadora e atual mulher de Wesley Safadão, de 30 anos, foi vacinada nesta quinta-feira (08), mas ela não estava na lista divulgada pelo governo de Fortaleza para tomar a vacina contra a Covid-19.
No estado, a convocação para receber a vacina está para pessoas que possuem 32 anos e é preciso que seja feito um agendamento prévio. Mesmo não estando na lista de convocados, Thyane está presente na lista do sistema da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de pessoas imunizadas.
De acordo com a assessoria de Wesley Safadão, foi informado que Thyane recebeu a dose de sangria, a qual é fornecida à população, por causa da sobra de outras aplicações. Dessa forma, esta sobra seria fornecida para quem estivesse no local para evitar o desperdício da vacina.
A Secretaria de Fortaleza abriu um inquérito administrativo contra a mulher do cantor para que seja apurado o motivo da aplicação do imunizante nesta quinta-feira. Lembrando que o grupo previsto para vacinação para esta data seria para os nascidos em 1989, o qual não enquadra a influenciadora.
Além do grupo previsto por idade, também foi programado para receber a dose as mulheres grávidas que estiverem cadastradas na lista. Mesmo assim, Thyane não está presente em nenhuma lista do governo do estado.