Mariana Belém desabafa sobre aniversário de morte do irmão

Istoé

fonte/google

Mariana Belém falou sobre o aniversário de morte de seu irmão, Rafael Mascarenhas, morto atropelado há 11 anos enquanto andava de skate em um trecho interditado do Túnel Acústico, no Rio de Janeiro. Rafael é filho de Cissa Guimarães com Raul Mascarenhas, pai de Mariana.“Nos últimos anos eu nunca deixei de chorar a partida do Rafa, a saudade vem e, junto com ela, o que também fez parte da tragédia toda: lembrar do sofrimento daqueles que eu amo, uma dor que parecia palpável no ar de tão violenta, os dias que se seguiram, ter que contar para as minhas irmãs, enfim. Mas o que aprendi e me faz bem de alguns anos para cá foi pegar esse dia e tentar honrar a vida que ele teve. Olhar em volta e dizer: eu tenho essa vida para viver e quero mandar toda energia de amor e gratidão onde quer que o Rafa esteja”, começou a cantora.

“Porque sei que ele olha para nós e nos abençoa. Agradecer pela saúde e vida daqueles que amo. Agradecer pelas pequenas coisas que me fazem feliz. Agradecer pela imensidão da natureza (algo que ele amava muito). Agradecer pelos livramentos. Agradecer por sempre ter a prova de quem são as pessoas que valem a pena na minha vida. Agradecer por ter tido a honra de ser sua irmã nesse plano por quase 19 anos e ter aprendido tanto com ele”, continuou.Para homenagear o irmão no aniversário de morte, dia 20 de julho, Mariana resolveu se reconectar com a natureza. “Foram 3 horas de trilha (das coisas que mais amo nessa vida), bebendo água da nascente, vendo um lindo por do sol, me aquecendo no fim do dia com vinho e fogo – outra força da natureza. Se teve uma coisa que eu aprendi com a partida do meu avô, quando eu tinha 17 anos, e que a partida do Rafa frisou como um tapa na cara é que temos apenas o hoje. O amanhã não existe. Podemos planejar, sonhar, mas estamos mesmo nos jogando no hoje ou sempre sonhando que amanhã viveremos isso e aquilo? E amanhã? Você estará no hoje ou sempre focando no que há por vir?”

“É a jornada que faz tudo valer a pena. Não é a chegada, até porque a chegada não existe. Estamos em eterna evolução. Então cuidem do coração daqueles que te cercam. Protejam quem vocês amam e que são importantes pra você. VIVA. VIVA O HOJE. Tirem quem não agrega, se afastem de quem não soma ou, pior, que suga de vocês partes que te são importantes (todas). Obrigada aos meus amigos que estiveram comigo por mensagem e tanto amor nesses dias de Rafa. Eu jamais vou esquecer quem realmente se importa nesses dias, quem pergunta até se eu passei protetor solar e que conteúdo eu coloquei na TV para que fosse um dia leve. Obrigada MEUS GRU. Amo vocês 4”, finalizou.