Polícia conclui caso de DJ Ivis e indicia artista por lesão corporal, ameaça e injúria contra Pamella Holanda

tv prime

foto/google

Após ser flagrado em diversos vídeos agredindo a esposa Pamella Holanda, o músico cearense Iverson de Souza Araújo, mais conhecido do grande público como DJ Ivis foi indiciado pela Polícia Civil de Fortaleza. Após analisar e investigar o caso, a Polícia chegou a conclusão de que Ivis cometeu três crimes no âmbito de violência doméstica: ameaça, lesão corporal e injúria.
De acordo com informações do Portal UOL, os agentes da Polícia Civil captaram várias imagens das agressões e também ouviram nove pessoas. As diligências foram feitas após a chegada da denúncia, feita por Pamella Holanda no prazo de dois dias após as agressões, o que descaracterizou o flagrante.
DJ Ivis está preso há 15 dias em Fortaleza e permanece à disposição da Justiça
A prisão do DJ foi decretada de forma preventiva para que fosse evitado a fuga do músico e também para concluir as ações de investigação. Além das imagens, foi necessário ouvir as testemunhas para embasar o pedido de prisão.
Além disso, o delegado que investiga o caso determinou a prisão como medida protetiva para evitar que novas agressões ocorressem à Pamella. A investigação também concluiu que as recentes agressões não foram episódios isolados e que vinham acontecendo de forma frequente, desde dezembro do ano passado.
Pamella Holanda publicou um vídeo e disse que Ivis escreveu uma carta após ser preso
Pamella Holanda decidiu vir a público e gravou um vídeo em seu Instagram para dar a sua versão sobre os acontecimentos, após ter percebido a grande repercussão do caso na mídia.
Demonstrando grande abatimento, Pamella disse que Ivis mandou seu advogado escrever uma carta a ela, onde apela para o emocional e pede perdão sobre as agressões. Ela disse que não se comoveu com o pedido e que a atitude do marido não passou apenas de uma estratégia de defesa.